Destino - Estocolmo

Destino - Estocolmo

Estocolmo é a capital e a maior cidade da Suécia. É a sede do governo nacional sueco, do Parlamento e local da residência oficial do monarca sueco. Cidade moderna de 783.000 habitantes, Estocolmo é sede dos prestigiosos prémios Nobel e uma das capitais mais limpas da Europa.

Situada na costa oriental da Suécia, Estocolmo está situada num arquipélago de catorze ilhas e ilhotas, unidas por 53 pontes, na região onde o lago Mälaren encontra o mar Báltico. A fisiografia de Estocolmo é muito homogénea, sendo que predominam as planícies, chegando no máximo a 200 m de altitude em alguns pontos. Cerca de 30% da cidade está coberta de canais e outros 30% são ocupados por parques e zonas verdes, proporcionando à cidade um clima mais favorável do que se deveria esperar, principalmente devido à elevada latitude no contexto europeu. Por via disso é conhecida como a “Veneza do Norte”, sendo uma das cidades nórdicas mais visitadas, com mais de um milhão de turistas estrangeiros por ano.

A cidade de Estocolmo tem um clima continental. Devido à latitude da capital sueca, o clima deveria ser mais frio, mas no entanto é ameno, talvez devido aos muitos espaços verdes existentes na cidade. A duração do dia, em média, varia entre 18 horas, no Verão, e 6 horas no Inverno, sendo que a cidade desfruta de 1981 horas de sol anualmente.

Os Verões são muito agradáveis com a temperatura máxima a variar entre os 20 e os 23 °C e a mínima é à volta de 15 °C. Os Invernos são frios com temperaturas a rondar os 0 °C. A precipitação anual é de 539 mm, sendo que a média de dias húmidos por ano é 164. Durante os meses de Dezembro a Março ocorrem normalmente nevões que cobrem a cidade durante várias semanas.

estocolmo_gamla-stan_202Gamla Stan

Construído ao longo do séc. XIII, Gamla Stan é o centro histórico de Estocolmo. Foi nessa área que a maioria dos fatos históricos da cidade tiveram lugar, de revoltas populares a execuções, transformando cada rua e cada praça em um museu a céu aberto.

Localizado nas ilhas de Stadsholmen, Riddarholmen e Helgeandsholmen, esse núcleo urbano conta com diversos edifícios importantes, tais como o Dramaten ou a Ópera Real. Além disso, com o passar dos séculos, muitas de suas tabernas medievais se tornaram acolhedores restaurantes e cafeterias.

Gamla Stan é um lugar muito freqüentado, tanto por turistas como pelos habitantes da cidade, graças à enorme oferta de lojas, livrarias, antiquários e edifícios históricos que datam dos séculos XVII e XVIII. Deixe-se seduzir pelo encanto medieval da arquitetura da Escandinávia.

Esse bairro, também conhecido como a cidade entre as pontes é o lugar ideal para conhecer o autêntico espírito de Estocolmo. Também é nessa zona da cidade que você poderá encontrar a maioria das atrações turísticas da cidade, tais como o Palácio Real, os museus, os palacetes ou as igrejas mais significativas.

estocolmo_museu-nacional-de-belas-artes_201Museu Nacional de Belas Artes

O Museu Nacional de Belas Artes de Estocolmo conta com uma coleção que inclui tanto pinturas antigas como esculturas e obras de arte clássicas. A sua coleção foi formada a partir das doações do rei Gustav III da Suécia e do conde Carl Gustaf Tessin. Entre as obras mais admiradas, destacam-se autores como Dalí, Rubens, Monet e Larsson.

Fundado em 1792 como museu real (Konglig Museum) e transferido ao edifício atual em 1866, o projeto arquitetônico do museu se inspirou no Renascimento italiano. Como muitos outros museus suecos, o Museu Nacional também está situado na península de Blasieholmen, no centro de Estocolmo.

O museu acolhe uma mostra com cerca de 500.000 desenhos, cuja antigüidade vai da Idade Média ao ano de 1900. Além disso, exibe uma coleção de porcelanas, quadros, esculturas e arte moderna. Os autores suecos de maior destaque desse museu são Carl Larsson e Anders Zorn. Também dispõe de uma biblioteca aberta ao público em geral e de um restaurante.

estocolmo_palacio-real_201Palácio Real

Em suas origens, o Palácio Real de Estocolmo era apenas uma pequena torre construída entre os séculos XII e XIII. Essa torre, conhecida como Três Coroas foi destruída por um incêndio, sendo o palácio atual erguido sobre os seus escombros, em 1754.

Seguindo o estilo arquitetônico barroco italiano, o palácio foi decorado com uma profusão de detalhes e cores. Atualmente, é possível fazer visitas guiadas ao palácio e, embora já não seja a residência dos reis, ali são realizados vários eventos relacionados com a monarquia, tais como recepções oficiais ou festas.

A visita guiada inclui os apartamentos reais, o Kronor Museum (que está situado no sótão do palácio e contém uma série de relíquias do palácio anterior), a Câmara do Tesouro, o Arsenal Real e o museu de antigüidades de Gustav III.

estocolmo_jardim-botanico_201Jardim Bergianska Trädgården

O jardim botânico Bergianska foi fundado no centro da cidade em 1791, graças à doação dos irmãos Bergius à Real Academia das Ciências da Suécia, mas em 1885 foi transferido para uma das ilhas próximas.

Merece destaque a grande estufa Edvard Anderson, que está dividida em várias zonas, cada uma delas representando um tipo de clima: tropical seco, tropical úmido, mediterrânico e desértico. Perto dessa estufa também há uma coleção de cactos ao ar livre.

O jardim conta com várias edificações importantes, como o edifício Victoria, que mantém um lótus gigante, também chamado Victoria.

 
Acesso CRSeg Net



Os Nossos Parceiros

allianz_logo

Axa

Generali Seguros